Orlando Silva deixa o Ministério do Esporte

O anúncio oficial foi durante uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto- foto/ divulgação



Orlando Silva oficializou sua saída do Ministério do Esporte depois de reunião que durou cerca de uma hora com a presidente Dilma Rousseff nesta quarta-feira (26). O ex-ministro disse que decidiu sair do governo para defender sua honra. 

Orlando Silva comunicou, durante entrevista coletiva concedida logo após a reunião, que está se afastando do governo devido à crise que se instalou após a publicação de denúncias de que há um esquema de desvio de recursos públicos em sua pasta. O ex-ministro voltou a afirmar sua inocência e disse que a decisão de se afastar da pasta partiu dele. “Eu tomei a decisão de me afastar do governo para me defender com mais ênfase a minha índole", disse. 



Ele reafirmou que saiu do cargo para poder se defender das denúncias e também para evitar que seu partido, o PCdoB, seja usado como instrumento de ataque contra o próprio governo já que a legenda compõe a base aliada no Parlamento. “Há 12 dias, estou sendo vítima de ataques baixos. Nesses 12 dias, nenhuma prova foi apresentada contra mim. Mas isso gerou uma crise política e eu tenho compromisso com esse governo.”

Orlando Silva destacou que, na conversa, a presidente exaltou seu trabalho e os cinco anos em que ele esteve à frente da pasta. “Não é possível jogar cinco anos de trabalho na lata de lixo”, disse. 
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade