Somente a polícia civil comparece no enterro de Juan


Com seus familiares acolhidos no Programa de Proteção à Testemunha, o menino Juan foi enterrado, na manhã desta sexta-feira, sem a presença de nenhum ente querido. O sepultamento ocorreu no Cemitério de Nova Iguaçu,na região metropolitana do Rio de Janeiro, cidade onde a criança viveu e foi morta por policiais militares na comunidade Danon, onde morava.
A chefe de Polícia Civil, Marta Rocha, fez uma oração em uma espécie de velório realizado pouco antes do enterro.
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade