CDs e DVDs são apreendidos na Feira dos Importados de Taguatinga

 (Aucilene Carvalho)
As mídias somavam 15 mil unidades. A ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (18/10), coordenada pela Secretaria de Ordem Pública e Social (Seops) e operada pelo Comitê de Combate à Pirataria e Outro Delitos de Propriedade Intelectual e Comércio Ilegal do DF. Durante a tarde, membros do comitê reuniram-se com feirantes para discutir a legalização da área.

A mercadoria, de acordo com a Seops, era comercializada no estacionamento da feira. Os vendedores fugiram e não ocorreram prisões. Os agentes, segundo a assessoria, chegaram ao local por volta das 10h e não havia produtos piratas sendo comercializados em bancas ou nos corredores da feira.

Na área de fora da feira, os agentes identificaram as mercadorias piratas expostas na calçada. A Seops afirma que as mídias foram recolhidas e serão inutilizadas antes de serem levadas ao depósito da Agência de Fiscalização (Agefis).

Contadas as cinco operações realizadas no local desde agosto, 478 mil unidades do produto pirata já foram apreendidas somente na feira do centro de Taguatinga.

Correio Braziliense
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade