Passagem da tempestade Sandy já causou 35 mortes nos EUA e no Canadá

A passagem da tempestade pós-tropical Sandy pelos Estados Unidos e Canadá deixou ao menos 35 mortos e mais de 7,6 milhões de casas e escritórios sem energia.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, informou que 6,1 mil pessoas estão em abrigos do município. Dez mortes foram registradas na cidade.

Segundo o prefeito, 23 incêndios foram identificados durante a passagem da tempestade. Ele disse que a restauração do sistema de transporte público deve demorar e pediu paciência à população. Bloomberg classificou de “devastadora” a tempestade. “Talvez a pior que já vivenciamos,” informou a BBC Brasil.

Conforme a agência de notícias, o presidente Barack Obama, candidato à reeleição, cancelou as atividades de campanha em Ohio para acompanhar os estragos causados pela tempestade.

Obama declarou nesta terça-feira (30/10) estado de grande catástrofe em Nova York. Com a decisão, fundos federais podem ser liberados para apoiar as vítimas nos condados do Bronx, de Kings, Nassau, Nova York, Richmond, Suffolk e Queens, informou a Casa Branca em comunicado. O estado de grande catástrofe foi também decretado em Nova Jersey.

Sandy foi rebaixado da categoria 1 de furacão para a de ciclone pós-tropical. A tempestade chegou na noite dessa segunda-feira (29/10) pela costa de Nova Jersey.

Correio Braziliense
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade