Brasil empresta US$ 90,2 milhões para hidrelétrica no Equador

O Equador obteve um empréstimo de 90,2 milhões de dólares do BNDES para a construção de uma hidrelétrica no norte andino, informou nesta quinta-feira (15/11) o ministério equatoriano de Recursos Estratégicos.

O crédito foi acertado na quarta-feira, no Rio de Janeiro, pelo chefe desta pasta, Rafael Poveda, e o presentante do banco brasileiro, segundo um comunicado, que recorda que o projeto Manduriacu é executado pela brasileira Odebrecht.

O total do empréstimo equivale a 72% do valor total do complexo, que chega a 124,8 milhões de dólares e terá uma capacidade de 60 MW.

Situado entre as províncias de Pichincha e Imbabura (norte), o projeto deverá estar operacional no último trimestre de 2014.

O governo equatoriano afirma que, com isso, o país evitará a importação deo combustível para geração elétrica de 24 milhões de dólares e a emissão de 1,88 milhão de toneladas de dióxido de carbono (CO2).

Correio Braziliense
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade