Explosão no Ministério do Esporte deixa um morto e um ferido

 (Mirelle Pinheiro/CB/D.A Press)

A explosão de um gerador no subsolo do prédio do Ministério do Esporte matou o eletricista da Companhia Energética de Brasília (CEB) Wilson de Pádua Pires, 51 anos. O incidente aconteceu no início da tarde desta quinta-feira (15/11) e também provocou um incêndio nas dependências do Ministério. Socorrido por uma equipe de bombeiros, Wilson Pires foi levado para o Hospital de Base, mas não resistiu. Ele morreu após sofrer duas paradas cardiorrespiratórias, traumatismo craniano e queimaduras.

Ainda segundo os bombeiros, uma outra vítima, José Pereira dos Santos, 58 anos, eletricista da CEB foi encaminhada ao Hospital Regional da Asa Norte com escoriações. José Pereira chegou agitado, com as vias aéreas queimadas e agora está sedado. O paciente não corre risco de morte.

Os técnicos realizavam uma revisão de rotina na subestação da CEB que fica no subsolo do Ministério. Após a explosão, o sistema anti-incêndio do prédio não funcionou.

Três equipes da defesa civil e da CEB estão no subsolo do Ministério para verificar os danos. Até o momento, sabe-se que os dois geradores dos local foram totalmente destruídos.

O risco de explosão no prédio foi afastado pelos bombeiros, pois foram desligados os outros 5 geradores que alimentam a Esplanada dos Ministérios, que ficou sem luz durante 20 minutos.

A perícia da Polícia Civil já chegou ao local. O prédio ficará interdiatado até que as perícias da polícia e da CEB sejam concluídas.

Correio Braziliense


Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade