Morrer em São Paulo pode custar mais de R$ 13 mil. Veja preços por serviço

caixão_700

Morrer em São Paulo pode custar de R$ 90 a R$ 13.152, de acordo com o tipo de caixão, transporte e de outros procedimentos funerários, como os adornos do sepultamento. Foi o que constatou a reportagem do R7 ao montar o pacote máximo do serviço, a partir da tabela oficial da Prefeitura Municipal de São Paulo - veja preços no quadro abaixo. 

O modelo da urna funerária corresponde ao maior gasto, também por ocasionar uma maior taxa cobrada para o enterro. As urnas especiais, feitas sob medida para finados altos ou obesos, por exemplo, chegam a custar R$ 8.292, já que incluem armação e madeira de primeira qualidade.

 Quanto maior o preço do caixão, mais altas serão as taxas. Por isso, o adeus mais barato sai R$ 90,45, sendo R$ 13,70 do caixão e o restante reservado a taxas relacionadas a transporte e ornamentos e velas. A taxa é de R$ 15,80 para o velório.

O coordenador do Instituto de Psicologia da Universidade Federal da Bahia, Jorge Salles, explica que é difícil ver uma relação entre os serviços contratados para o sepultamento e a superação do luto dos parentes. Para ele, no entanto, a ideia de enterro digno pode estar ligada à faixa de renda dos familiares que perdem o ente querido.

— A superação da perda de uma pessoa próxima depende também de como essa perda foi, como acidente, doença terminal, ou mesmo casos mais difíceis, como os ligados à violência. Os parentes procuram dar o melhor velório possível, mas é difícil afirmar qual o impacto que um "velório de luxo" tem sobre a elaboração do luto ou os reflexos dos gastos sobre o trauma.

R7
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade