Quatorze graduações no DF que tiveram nota baixa são oferecidas pelo ProUni

No Distrito Federal, 14 cursos reprovados de sete instituições constam da lista de bolsas a serem concedidas pelo ProUni (veja quadro). Há graduações em áreas diversas, como direito, publicidade e turismo. Alguns estabelecimentos nessa situação alegam que foram reavaliados e já superaram os problemas, elevando a nota. No entanto, a reportagem utilizou os dados oficiais mais recentes, não podendo considerar avaliações que ainda não foram tornadas públicas pelo MEC.

Exemplo de avanço foi dado pelo diretor da Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas (Facitec), Braúlio Lins, no caso dos cursos de turismo e direito. “Estamos aguardando a publicação das portarias, o que demora de um a dois anos.” A Faculdade Projeção também argumenta que conseguiu aumentar o conceito nas graduações citadas pela reportagem. “Portanto, os números de 2009, por razões óbvias, não refletem, sob nenhum aspecto, a nova e promissora realidade dos cursos oferecidos”, destacou, em nota.

O Grupo Anhanguera Educacional informou que o curso de Publicidade e Propaganda da unidade de Brasília teve menção revista, de 2 para 3, em visita do MEC realizada em novembro de 2011. Já o UDF destacou que atende a todos os critérios estabelecidos pelo MEC para participação no ProUni.

Procurado, o Centro Universitário Planalto do Distrito Federal não retornou o contato e o Centro Universitário Euro-Americano não quis se manifestar. Nenhum representante da Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central foi localizado.

Correio Braziliense
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade