Cidade cenográfica de The Walking Dead vira atração turística

A falsa prefeitura de "Woodbury", cidade fictícia da série The Walking Dead construída em Senoia, na Geórgia (Foto: Colleen Jenkins/Reuters)
A série televisiva "The Walking Dead", que tem milhões de fãs pelo mundo, ajudou a transformar uma pequena cidade do estado da Geórgia em uma atração turística dos Estados Unidos.

O centro de Senoia (pronuncia-se "se-noi”), cidade de apenas 3.300 habitantes a cerca de 40 km de Atlanta, foi transformado no set da cidade ficcional de “Woodbury”, mostrada na série sobre zumbis.

Desde então, passou a receber turistas ávidos para conhecer os bastidores da terceira temporada do programa do canal AMC. O capítulo final da temporada foi ao ar neste domingo (31).

O comércio da cidade foi turbinado pelo sucesso da série. Lojas vendem camisetas com temas de zumbis ao lado de roupas de bebê e itens de decoração. Um comércio com produtos oficiais do seriado deve abrir em maio e, no fim do ano, empreendedores esperam inaugurar um hotel-boutique.

Alguns moradores reclamaram de que agora têm mais dificuldade para encontrar vagas para estacionar, mas os comerciantes comemoram. "Quando suas vendas aumentam 40% em relação ao mesmo mês do ano anterior, é porque é uma coisa boa”, afirma o lojista Jim Preece. "Nosso Natal foi fenomenal”, conta.

O livro de assinaturas da loja de Preece revela que os clientes vêm de diversos lugares dos Estados Unidos, assim como da Europa, da Ásia e do Caribe.

Sites sobre as locações
O tráfego de turistas continuou depois que as câmeras pararam de rodar, graças à ajuda de sites de fãs que direcionam os visitantes a cenários específicos de filmagem de cada episódio.



Guia de turismo da Geórgia fala sobre Senoia como cenário para The Walking Dead (Foto: Colleen Jenkins/Reuters)
Brian Holland, criador do site Walking Dead Locations, dedicado a mostrar as locações da série, afirma que recebe diariamente e-mails de pessoas pedindo ajuda para planejar suas viagens.
Fãs de todas as idades (de adolescentes a aposentados) posam para fotos na prefeitura da falsa Woodbury e param na lanchonete onde funciona a cafeteria de Woodbury no programa para tomar o café batizado como "Zombie Dark".
“A série redefiniu a cidade para sempre”, afirma Scott Tigchelaar, presidente dos estúdios Raleigh-Atlanta, uma companhia de filmagem cuja propriedade de 98 hectares serve como base para a produção do programa.
Ele e o cunhado compraram um trólebus para oferecer, nos próximos meses, tours pelas locações de filmes e séries na cidade.
Outros filmes e séries
O estado da Geórgia atrai a indústria televisiva e cinematográfica do país com incentivos fiscais generosos e dezenas de voos diretos diários entre Atlanta e Los Angeles.
Entre julho de 2011 e junho de 2012, o estado foi cenário de  333 filmes, produções de TV e vídeos musicais, o que gerou cerca de US$ 880 milhões em gastos diretos pela indústria do entretenimento, de acordo com o Georgia Film, Music & Digital Entertainment Office.
Senoia não recebe dinheiro pelas filmagens, e por isso as autoridades locais buscam outras formas de capitalizar com as produções. Foram instaladas placas para sinalizar algumas das duas dúzias de filmes e séries de TV filmadas na cidade, incluindo o longa “Tomates Verdes Fritos” e o seriado "Drop Dead Diva".
Globo
Leia mais em:
Link:

Atualizar


Imprimir


Ao comentar, o usuário está ciente sobre a Política de Privacidade